É a Vida a Acontecer

Olha para o telefone. O ecrã diz-lhe de quem se trata: Teresinha.

– Olá amor do pai.

– Pai, ele está a bater-me. Pai, ajuda-me.

– Ele quem, Teresinha! Quem filha?

– Ele, pai, o Mário… Ai, bruto…

Do outro lado da linha não veio mais informação útil. Um transeunte prestável avisou em que rua estava.

– Teresinha, querida, não saias daí que o pai já está a caminho, vou apanhar o autocarro e logo, logo estou aí. Não saias … Ler mais

Ameijoas à Bulhão no Prato

Bulhão, para quem não sabe, é um indivíduo que anda à bulha ou é propenso a tal sempre que se lhe apresenta a oportunidade, ou sempre que a procura. Bulhões são indivíduos temperamentais, com o dito pelo na venta, hoje, muito contemporaneamente, designados de bullies. Têm o seu quê de violentos e são meio disfuncionais, na medida em que não são dotados das devidas competências sociais, aquelas que nos permitem não matar pessoas numa frequência diária. Ora – e … Ler mais

O Lobo e a Cegonha, o Nó na Garganta e Aqueloutro na Barriga

Aquele era um osso difícil de roer, mais ainda de engolir. Tão difícil que lhe tinha ficado atravessado na garganta e de lá não saía. Nem para cima, nem para baixo. A humilhação e fúria que sentia, só comparável ao pânico de perder o emprego e, com ele, todo o mérito e proveito de anos de investimento na empresa, impediam que tomasse as decisões mais acertadas. Lembrava-se agora, de forma insistente e agoniante, das recomendações do pai, das quais se … Ler mais

Carne Vegan-friendly

Eleja um bom naco de carne vegan-friendly – aquele tipo de carne que jamais fez mal a um vegan, ou a quem quer que seja, pois que é do tipo bom, bom, amiga do vegan e do seu amigo e ainda é pacifista – e tempere. Alhos, louro, alecrim e azevinho, que o Natal não tarda está aí, cominhos, gengibre, caril, limão, pimentão doce que não esteja azedo, noz-moscada e até uma pitada de canela são possibilidades cumulativas, que tudo … Ler mais

ApocaLIPS – Primeiro Beijo ao Chão

Deveria ter percebido, logo que o primeiro beijo caiu. Dei por isso, ainda ele não tinha tocado no chão. Fiquei meio desnorteado. Sem perceber bem porque se tinha ele desequilibrado dos nossos lábios. Como foi que não se conseguiu agarrar ao meu queixo, que fosse?! Como foi que a minha mão não o alcançou a tempo?! Facilmente o recolocaria onde de nunca deveria ter escorregado. O pobre. Tu olhavas-me, com naturalidade, ou assim me pareceu. Fiquei embaraçado, sem saber o … Ler mais

Salmão Albino Com Beterraba e Sem Glúten

Demasiado visto, salmão cor de salmão é um pouco maçador e espectável. Já um bom salmão albino é um chuto no olho. Coisa para todos se questionarem sobre a delícia que se encontram a comer. É perca? É cherne? É bacalhau fresco? É Super-homem? É um novo episódio daquela série de cujo nome não me recordo, mas está mesmo debaixo da língua de alguém?

Deixe-os na dúvida até que mordam o anzol deste prato que ganhará a cor da beterraba, … Ler mais

O Cavalo e o Leão e a Grande Ressaca

A adicção, contrariamente à subtração, é a capacidade de escalar infinitamente uma dosagem, encurtando o tempo entre tomas. Longe dos cálculos aritméticos e da alçada da matemática, a adição não é benevolente, nem generosa. Na verdade, tira mais do que acrescenta. É apenas dependência, compulsão, ansiedade. Esta soma é desespero, assemelhando-se mais às contas de menos, por conta da sua capacidade de retirar anos e felicidade à existência. De sacar muito mais do que aquilo que apenas aparentemente dá. A … Ler mais

« Older posts

© 2021 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑