Salada das Caraíbas

Finalmente de mala pronta de novo. É por esta e outras receitas que adoramos cozinhar, como há muito ficou patente neste espaço de culinária. Compre passagem para as Caraíbas e faça as malas, ou, se assim o preferir, o contrário, vá já arrumando a valise e o necessaire e deixe a compra do bilhete para depois. Não se esqueça de levar um bom hidratante para a pele à mão, pois a viagem, não sendo das mais longas, ainda demora o … Ler mais

Quem Se Quer Casar Com o Estrupício?

Comecemos pelo início, que é sempre, senão a melhor, pelo menos a mais acertada forma de o fazer, principalmente quando não se tem muito jeito para algum ofício, o que pode bem ser o nosso caso. Assim, o verbo casar-se apresenta o ‘se’ inerente sempre que se pretende dizer que alguém SE (cá está ele) quer casar com outro alguém, independentemente do sexo, que é bem sabido que os novos modelos de família são inclusivos e bastante desempoeirados, admitindo várias … Ler mais

Coisas de Buraco Negro

Ler mais

Empada de Frango e Caril Baril

Quando inventámos esta receita, quisemos afastar-nos por completo da clássica chamuça indiana, razão pela qual a massa jamais poderá ser cortada e moldada na típica forma triangular da chamuça. Pimba! Nada de bicos e ângulos retos ou outros, até porque é mais simples forrar umas pequenas formas com a massa do que estar a picotar e recortar massa em rigorosas formas geométricas. Lá dentro, caso não queira seguir a nossa rigorosa e inédita criatividade, o recheio pode, em tudo, ser … Ler mais

No Final Daquele Dia

Tomás

No final daquele dia, Tomás sabia bem o que iria acontecer e preparava-se para o pior, ou, pelo menos, assim pensava, pois o pior era, nessa ainda simples manhã de quinta-feira, algo bem diferente do que acabaria por se revelar ‘o pior’. Não sairia do gabinete de Filipe Soares sem a sua indemnização. Transferência feita online, à sua frente ou dinheiro vivo, saído diretamente do cofre da empresa, onde ia parar parte do crédito malparado, depois de cobrado à … Ler mais

Coisas da Mania

Ler mais

Tarte de Arroz-Doce com Alperces

Ocorreu-nos esta espantosa receita como resultado de uma dolorosa constatação: odiamos arroz-doce. Todos os restantes arrozes são do nosso real apreço, já aquele que se designa de doce… Repulsa total. Assim, pensámos, o que fazer com aqueles pratalhões de arroz-doce que todas as tias com mais de 100 anos nos trazem no Natal ou outras celebrações familiares? Damos cabo deles, pois claro, mas de forma inventiva. Passam a servir de base a outras coisas bem mais deliciosas, que poderão suprimir … Ler mais

A Princesa e o Sapo – O Conto para Batráquios

Esta é a história real – uma vez que inclui títulos reais, verdadeiros, segundo garantem escritos antigos sobre o tema – de uma princesa e da forma extraordinária como quase conheceu o seu homem encantado, também ele príncipe, ou conde, para dar mais credibilidade a tudo isto, que as palavras no papel ganham um poder mais assertivo do que o mero blá, blá, blá da oralidade. Além disso, a realidade é sempre mais incompreensível e bizarra do que a ficção, … Ler mais

Coisas de Papa

Ler mais

Omelete de Cogumelo do Tempo e Espargo do Lugar

Aqui está a tão aguardada utilização culinária para esse portento das televendas que é o Espargo do Lugar. Não apregoe por aí que apenas tinha ouvido falar no cogumelo do tempo, que vão achar que parou lá atrás no tempo. Apesar do frisson em torno do Cogumelo do Tempo, há milénios que se conhecem as proverbiais e psicotrópicas alucinações cogumélicas. Já o Espargo do Lugar é the next big thing que aqui lhe apresentamos. De que serve um tempo se … Ler mais

« Older posts

© 2019 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑