Ele Até Que É Simpático, Mas…

Confinamento obrigatório. Desconfinamento obrigatório. Teletrabalho obrigatório, ou talvez já somente sugerido. Já pouco importava. Tudo estava de pantanas. Dia não sei das quantas. O despertador que tocava na mesma às 6h30. A higiene matinal. A azáfama diária do pequeno-almoço e o café tomado antes das nove, hora a que ligava escrupulosamente o computador. Tudo para manter a ideia de normalidade de início de dia de trabalho. Tudo para recriar a ilusão mental de que nada de extraordinário ou excecional se … Ler mais

Batata Rosti com ‘Ervas’

Há coisas que não deixam de nos fazer sorrir. Para uns ingredientes utiliza-se sempre, sempre o singular: lombo de porco, batata frita, tomate, cebola e paramos aqui apenas por questões de poupança de tempo, espaço e paciência. Para outros ingredientes, lá vem a extravagância do plural. Se é óbvio que batata significa várias batatas, por que razão avançam com ervas no plural? E se a pessoa for pobre e apenas tiver um exemplar do ingrediente, ou, mesmo rica que seja, … Ler mais

A Coruja e a Águia e o Frodo Baggins da Bobadela

Tita e Tati – não é erro nem gralha ou dislexia, é mesmo o nome das personagens do episódio que se segue, pelo que podem prosseguir a leitura, mas se querem pormenores irrelevantes eles aqui vão: Tita abrevia Cristina e Tati encurta Tatiana. Melhor assim? – estavam de todo. Sentiam-se estupendas, cheias de pouquíssima roupa e toda ela com imensos brilhos, os quais só encontravam rival no glitter das suas maquilhagens. Tudo em tons tão saturados quanto saturados estavam os … Ler mais

Camarões Panados em Coco com Salada de Manga de Alpaca

Esta é a receita que elaborámos para quem quer, num primeiro encontro chez vous, impressionar um recente ou futuro pretendente a amante. Camarões denunciam investimento, mais ainda se ainda vai perder tempo a paná-los. É certo que panar camarões funciona melhor se o marisco não for fresco nem de primeira, pois sempre disfarça a pobreza. Porém, o toque exótico de os panar com coco vai transportar para milhas de distância qualquer raciocínio maldoso que possa ocorrer sobre o assunto … Ler mais

Obsessão Compulsiva, Uma Versão Simplificada… X 15

Na rádio, a voz de Vítor Espadinha, declamando estrofes numa canção dos Ornatos. Não permitiu que o distraísse. Faltava rodar a chave cinco vezes na fechadura da porta, perfazendo 15, seu número de eleição. Não que tivesse saído, longe disso, que o tempo era de clausura e bem que precisava de sossego, que o esforço de sair de casa era cada vez mais penoso. Queria apenas confirmar se, de facto, estaria corretamente trancado em casa. Mentalmente contava, quatro, três… Não … Ler mais

Borrego Guisado com Batata Esmagada e Alcachofra Mas Sem Mé-mé

O meu amor por borregos vivos é diametralmente oposto àquilo que sinto pela sua carne no prato. Não podia odiar mais. Quer dizer, podia, mas acabaria num dos círculos do Inferno de Dante e nenhum deles tem vistas particularmente apetecíveis e eu gosto de uma boa paisagem circundante. Borrego guisado, por sua vez, e já que estamos com vontade de alegorias dantescas, está para mim como bactérias e germes para os hipocondríacos ou maníacos das limpezas. Não consigo, sequer, sentir … Ler mais

O Vento e o Sol ou Como a Temperatura Influencia o Amor

Ela não quis preocupar-se desnecessariamente. Tinha-o encantado. Tinha-o seduzido. Percebia como ele estava apaixonado por si, como tudo o que dizia e fazia o fascinava, mesmo aquilo que o surpreendia ou com o qual ele não concordava em absoluto. Ele sentia-se de tal forma feliz a seu lado que estava disposto a aceitar todos os seus gostos, preferências ou mesmo caprichos e disparates. Não fosse ela amá-lo tanto e diria que ele ‘estava no papo’, mas isso seria trazer de … Ler mais

« Older posts

© 2020 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑