Ali Babá e os Quarenta Ladrões ou Alice Bárbara e os Quarenta Milhões

Alice Bárbara assinava o blog do momento. A bíblia do lifestyle. A cartilha do bem-estar. O caderno de estilos dos fashion lovers. Seguida por cerca de quarenta milhões de pessoas perdidas na vida – que necessitavam de dicas diárias sobre o que deveriam tomar ao pequeno-almoço, que exercício físico específico lhes permitiria depois eliminar todas as calorias ingeridas nessa mesma refeição (vomitar era o exercício mais recomendado), que roupa combinar para o dia que tinham pela frente, como … Ler mais

Coisas do Extremismo

Ler mais

Bitoque Desmistificado Com Bife e Com Trote

A seguir ao ‘unitoque’, esta é a melhor receita de bife do universo das carnes de porco em receita simplificada. Acontece que apenas será bem-sucedido se tiver sido um campeão no Toca e Foge, já que terá de ser rápido e tocar a carne por duas vezes seguidas, daí o prefixo ‘bi’ que, como é sabido do mundo letrado, significa dois, ou a dobrar, ou duas vezes. Assim, terá de ter mão exata a fim de manter a gordura com … Ler mais

Rosa dos Ventos

No dia em que Rosa nasceu, desabrochou no jardim lá de casa a primeira rosa desse ano. Não sabe muito bem como, mas o pai reparou naquele botão de cor. Suave, fresca, elegante e sedutora. Reparou nele enquanto olhava para o vazio, rodando já a chave na porta, tentando perceber mentalmente se levava para o hospital tudo aquilo que a mulher lhe havia pedido. Era para ser apenas mais uma consulta, mas o bebé pensou de forma diferente. Apanhada de … Ler mais

Coisas da Pesca

Ler mais

Pastéis de Bacalhau Louros Sem Raízes Mergulhados Em Óleo Escaldante

Após uma semana de detox, inicialmente programado para terminar apenas na próxima Páscoa, damos por terminada toda aquela patetice de dieta brutalmente líquida. Been there, done that. Move on. Posto isto, avancemos para as gordurinhas, que a vida são dois dias e só estamos para aqui a perder tempo.

A proposta de hoje é um real clássico da gastronomia e do saber reciclar, além de que, é sabido, o que é tradicional é bom e incrível! É até … Ler mais

Scheherazade e As Mil e Uma Noites ou Xana e as Mil e Uma Boîtes

Após mais de duas décadas a viver da noite, um eufemismo poético para a vida de imperatriz do colchão, que é, igualmente, outra forma de colocar romance no termo meretriz, Xana, que tinha percorrido por duas vezes e meia as mil e uma boîtes do país, tinha encontrado a solução perfeita para a restante parte da sua vida. Um plano que elaborara logo após o términus do primeiro mês na vida, naquela vida – não confundir com primeiro mês de … Ler mais

Coisas da Novidade

Ler mais

H2Ótima – Detox 2018!

Prometemos solenemente jejuar até à Páscoa. Os excessos foram excessivamente excessivos pelo que, de hoje até à Páscoa, iniciaremos um grato período de jejum. Admitem-se líquidos, onde não se inclui sopa, nem papas, nem iogurtes que não sejam líquidos, nem smoothies nem milkshakes… Tem mesmo de ser tão líquido quanto água. Assim, se a espessura do líquido lhe suscita dúvidas, não o tome. São permitidos copos de água à descrição, copos de leite com moderação, sumos de laranja e … Ler mais

Com e Sem Rede – Um Desconcertante Caso de Quase Amor

Ela era um enigma. Tão absoluto e insondável que o enlouquecia. Sobre ela, ele imaginava todo um universo de fantasias e possibilidades. Sobre ela, podia criar e elaborar, inventar, subtrair e sublinhar aquilo que quisesse. Moldá-la ao sabor da sua fantasia, do seu desejo. Ela era um contentor vazio. Um enorme espaço amplo em toda a sua volumetria. Enorme, mas oco de realidades, pelo que podia preenchê-lo, completá-lo, torneá-lo a seu bel-prazer. Ela era a tábua rasa do seu romantismo, … Ler mais

« Older posts

© 2018 Absinto Muito

Topo ↑