Categoria: + Contidianos (page 1 of 9)

Levar a Peito o Peito

Recolheu-se em casa e só então percebeu o estado em que esta estava. Como tinha permitido que chegasse àquele ponto? Por onde tinha andado que não tinha nem reparado no desmazelo em que a sua casa estava? Vazia, empoeirada, com cheiro a mofo e solidão. Ao abandono. Quanta incúria! Paredes despidas, estores baixos. Uma escuridão bafienta e cega. Uma escuridão dolorosa. Como único elemento decorativo uns sinistros cortinados escuros. Castanhos, achava recordar. Já nem se recordava onde os tinha comprado, … Ler mais

Para Sempre

Ele sussurrava-lhe coisas ao ouvido. O sussurro era agradável e até ligeiramente excitante, mas as palavras eram estranhas e absurdas. Que não havia no mundo mulher como ela. Que tinham sido concebidos um para o outro. Que iria amá-la para sempre. Que ninguém mais a amaria como ele a amava. Falava de destino e plenitude. O sorriso dela ia-se desvanecendo na proporção exata em que se exacerbavam calamidades na boca dele. Ele assustava-a com tanta fatalidade. Narrativas absolutas eram vãs … Ler mais

À Procura da Melhor Password

Clementina divertia-se, o que, dadas as circunstâncias, era uma outra forma de irritação ou mesmo de preocupação, mas com proveito positivo. Uma desgraça com sinal mais. A sua procura efetiva e diária de emprego estava a revelar-se uma tarefa bastante mais árdua do que ter emprego. Quando se tem emprego, sabe-se ao que se vai, aquilo que se espera de nós, aquilo que, por norma, nos exigem além disso, quais as tarefas agendadas, as metodologias a empregar e os prazos … Ler mais

Porque Não Te Acalmas?

Encontrou o melhor e o pior do mundo logo no primeiro ano de escola. Uma galáxia de coisas para aprender e a vontade, o desejo e a determinação obsessiva de tudo querer absorver e dominar. Tudo saber. Não tudo, claro. Não tudo. Também isso aprendeu. Podia apenas aprender uma ínfima parte. Teria de ser seletiva e escolher bem. Isso teria ainda de aprender. A escolher. Enquanto não o fazia, o espanto. A maravilha. Tudo à sua frente. Uma estrada aberta … Ler mais

Incapaz de Matar?

Como sempre, o jantar alongava-se na exata proporção do interesse da conversa e do álcool consumido, sendo este último, a bem da verdade, bastante inferior à intensidade da conversa e à duração da refeição. Convém atentar neste detalhe, para que, mais à frente, não se salte precipitadamente para conclusões abusivas e falsas. Digamos que, no restaurante, em breve seríamos os últimos, que o entusiasmo da conversa já incluía o dono do restaurante e o chefe de mesa, e que o … Ler mais

Porque Eles Não Entenderam

Ela acreditava em Deus. Assim, sem mais. Seria, eventualmente, a sua crença mais metafísica ou espiritual, para não dizer mesmo a única. Tudo o resto em que acreditava tinha de ser palpável, sensitivo, ter uma existência real ou solidamente provada. Seria, de alguma forma, observável e passível de formulação científica. Podia decorrer de uma mente lógica e absolutamente racional ou seria apenas típico de uma pessoa básica, que tudo resume ao ver para crer, sem espaço a pensamento crítico, a … Ler mais

Organização de Festas Surpresa Para Adultos

Esta é a história de como, por portas e tendas travessas, começou a mais emblemática e celebrada empresa de organização de festas surpresa para adultos.

Um ano antes

Asdrúbal mal podia esperar pelo dia da festa. Andava envolvido na organização do aniversário do seu companheiro/futuro marido/amante que aconteceria daí a precisamente um ano. Meio século de vida, quase vinte dos quais enquanto inseparáveis parceiros de andanças mil. Entregara tudo nas mãos de uma empresa internacional, que quando o pretendido é … Ler mais

Old chApp

O que aquilo o divertia. Ver-se assim, mais velho. Tão mais velho que parecia a sua avó materna, agora com 97 anos. Igual, igual, que quando as pessoas chegam a demasiado velhas, por vezes até antes dessa última velhice, perdem-se os traços distintivo de género, tal como estes são igualmente ilegíveis nos bebés. Ficamos todos iguais, a lembrar-nos de que não há diferenças, apenas carne e osso e já pouco mais. Muitas vezes já nem há memórias, ou crenças ou … Ler mais

Gostava de Vos Falar Dela

Gostava de vos falar dela. Desta mulher, quero eu dizer. Tenho o peito cheio dela e de coisas dela, e de como lhe aconteceram, e de como as relata, e da cor que lhes dá, e do vocabulário que emprega para as contar com vivacidade e humor. Tenho a cabeça cheia de histórias inacreditáveis que lhe aconteceram, ou que sucederam a gente que conhece de perto, ou que apenas inventa para manter a atenção da sua audiência. Sim, claro, ela … Ler mais

E Se Tivesse Sido Ela?

Não era a primeira a ser traída. Meus Deus! Na história da humanidade, na listagem de todas as traições já cometidas, qual seria o seu número? A contabilidade já devia ir em infinito mais qualquer coisa. Pior do que a traição em si – um ato que pode apenas indignar a vítima, que assume um ponto de vista, uma afetação e uma dor que ninguém mais se atreve a experimentar, não por falta ou excesso de empatia, mas por, eventualmente, … Ler mais

« Older posts

© 2020 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑