Categoria: Risota de Gambas (pagina 1 de 11)

O que é o ‘comer’? É um verbo, mas estas não são receitas para ‘chefs’ da gramática. São dicas hilárias para todos aqueles que não sabem o que é quinoa, desconhecem por completo as sementes de chia e nunca viram bagas de goji na vida. Já agora, não tente nada disto em casa, ou em qualquer outro lugar!

Tarte de Farelo Doce Que Fosse

Farelo doce é coisa que não existe, daí que esta receita esteja para a culinária como os unicórnios para os equinos e daí ainda ‘que fosse’ à laia de quimera. Uma miragem à qual apetece logo meter as mãos. Avancemos, portanto. A tarte está no papo, basta uma base clássica de tarte e já está. Controlado isto, resta a conceção do farelo. Quanto ao doce, já lá iremos. Antes de mais, não deixe que o farelo o atemorize. Farelo não … Ler mais

Bola de Cebola Caramelizada Com Queijo Azul-Cobalto

Receita simples e descomplicada para quem pouco tempo para despender na cozinha. Ora, a cebola já é uma bola, razão por que escolhemos este e não outro legume. Só facilidades. Retire as várias camadas interiores da cebola, deixando apenas as últimas duas camadas e meia. Tinha de dar algum trabalho, não é, caso contrário, não teria a menor graça. Na verdade, esta tarefa não o vai fazer rir. Pelo contrário, chorará quem nem Madalena arrependida, partindo do princípio de que … Ler mais

Tarte de Arroz Doce com Alperces

Ele há coisas do demo, dizemos nós, parafraseando Aquilino Ribeiro. Então não é que, além de o arroz já ser doce, ainda se lhe somam alperces? Isto é juntar o bom ao ótimo. Isto só pode ter sido o endiabrado a sussurrar no ouvido do pobre fradinho, enquanto este magicava numa receita. Os freis, frades e afins são gente finíssima na cozinha, embora encorpados fisicamente (já que, segundo os próprios, a gula só é pecado quando não é satisfeita) e … Ler mais

Sopa Alentejana com Bacalhau e Ovo Escalfado Que é Como Quem Diz: Açorda

Se é alentejano ou fã dos manjares do Alentejo, seja ele alto ou baixo – que a estatura, se não mede de verdade um homem, também nada diz sobre gastronomia ou a qualidade de um prato –, siga já para outra receita do nosso profícuo e guloso menu, uma vez que deve estar fartinho de açorda. Se não for o caso, nem um nem outro – mantenha-se atento ao texto –, prepare-se, então, para uma das mais estrondosas e rocambolescas … Ler mais

Semifrio de Chocolate Morno-Quente

Mais um desafio dos bastante desafiantes. Falamos de frio, mas não completamente frio, e morno quase quente, o que quer dizer que pisamos solo incerto e escorregadio. Gelo finíssimo e quebradiço todo derretido com a sedução do meio calor. Atente, portanto, no piso e no calçado, se quer ser bem-sucedido nesta delicadeza de chocolate. Quanto a este, ao chocolate, nada a assinalar. É de facto, e apenas, chocolate do bom. Pode ser branco, de leite ou negro, bio ou nem … Ler mais

Feijoada à Transmontana Transregional

Agora que o calor começa a dar sinais de vida… suada e que já sentimos aquela saudade da chuva e do frio – nunca estamos satisfeitos, não é? –, comece por ir até Trás-os-Montes, principalmente se aspira à coisa verdadeira e não apenas a um qualquer sucedâneo. A viagem é linda e o destino mais ainda, e sempre deve ser um pouco mais fresco, mas isto sem garantias. Se já lá está, não saia do sítio, exceto para ir buscar, … Ler mais

Natas do Céu Estrelado em Camadas

Esta é uma sobremesa de, literalmente, bradar aos céus. Aos céus encantadores, ainda para mais, que para menos não é connosco. De tal forma que é feita em camadas, para que melhor chegue lá acima. É quase pecado, falar assim, mas é como se os deuses a sugassem lá de cima, num ímpeto de gula. De tão simples, quase não há o que dizer sobre ela. São natas, vêm e vão para o céu e são montadas em camadas. A … Ler mais

Salmão Esfalfado com Molho de Gengibre

Todos saberão fazer um bom molho de gengibre, pelo que saltaremos essa parte básica da receita e dedicar-nos-emos ao esfalfamento do salmão. Esta parte requer arte. Antes de mais, assegure-se de que o salmão chega morto à bancada da sua cozinha, pois a ideia não é suar o pobrezinho numa panela com água a ferver como uns e outros fazem às desgraçadas das lagostas, caracóis e afins da mariscada. Tem salmão? Está defunto? Ótimo. Não tome como certo o óbito … Ler mais

Mousse de Doce DeLeite com Bolacha

Tem escrúpulos religiosos, ou outros, que o impeçam de se entregar à luxúria de um prato onde se juntam termos do Demo, como doce, deleite, mousse e bolacha? Se tem, guarde-os e reserve até depois do términus da receita e sua posterior degustação, altura em que poderá redimir-se com orações, autoflagelação e/ou boas ações, pelo que, no final, todos ficam a ganhar: o pecador, que já se deleitou com o doce, a mousse e a bolacha, que não ficará, à … Ler mais

Sopa de Castanhas Mesmo Castanhas com Bacon Torrado

Ainda bem que esta é uma receita sazonal. Caso contrário, seria obrigado a confecioná-la todos os dias, de tão deliciosa e incrível que é. Avançamos já com ela agora, para que tenha tempo de reunir tudo aquilo de que necessita, até chegar o próximo outono, caso este ano haja outono. Mas vamos ter fé e acreditar na capacidade adaptativa dos castanheiros a este clima esquizofrénico. O principal, e mais difícil de encontrar durante todo o ano são as castanhas, já … Ler mais

Older posts

© 2018 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑