Categoria: Risota de Gambas (page 2 of 15)

Massa Folhada com Qualquer Coisa

Liberdade, autodeterminação, inclinação absoluta pelo apetite do momento, hipótese de não forçar a uma indesejada saída de casa para comprar ingredientes e apenas usar o que se tem em casa. É tudo isto que aqui levamos à mesa. Atrevemo-nos mesmo a dizer que é a segunda receita mais democrática e liberal, sendo a primeira, Apenas Qualquer Coisa, imbatível no primeiríssimo lugar de qualquer pódio planetário. Única preocupação: ter mesmo massa folhada, mas se encontrar massa quebrada perdida no frigorífico, também … Ler mais

Bolo Ouro Negro Com Recheio de José Cid

Esta é a receita a quem apetece piscar o olho e dizer: “Vou levar-te comigo”! Seja para uma “Cabana junto à praia”, para ficar “Junto à lareira”, para um piquenique no “Canavial”, ou mesmo para um banquete, como aquele outro que se realizou “No dia em que o rei fez anos”. E porque é festiva e festivaleira, leva, obviamente, “Moamba, banana e cola”, mas não de madeira, que essa seca muito a boca. Convidadas de honra são “Maria Rita”, figura … Ler mais

Sopa do Fiel Amigo

Esta não é para todos. Quem não tem amigos ou quem os tenha, mas não possa, a cem por cento, assegurar a sua fidelidade, lamentamos, mas está de fora. Até porque, quem, senão um fiel amigo, vos ofereceria uma sopa? Quem, senão um bom companheiro de vida, se dedicaria à difícil e complexa tarefa de confecionar uma sopa e o convidaria para comensal? Só um psico, com uma panela de sopa envenenada com estricnina, ou cianeto, que se quisesse ver … Ler mais

Quindim Quindera

Entrámos nos pratos exóticos e pandigestivos, daqueles que reúnem o que de mais extraordinário existe na ponte transatlântica, se é que me estão a acompanhar no salto geográfico. Todo ele coco, todo ele tropical, todo ele América do Sul + África. Uma abordagem médica avançaria com metáforas calóricas e proteicas, já que a quantidade de ovos, açúcar e coco fazem desta sobremesa uma dose de estimulantes sacarídeos que entra diretamente na veia. Uma espécie de superpoder culinário para quem aprecia … Ler mais

Peitos de Frango Recheados com Espargos

Autoexplicativo, simples e, diríamos até, demasiado gráfico para perdermos tempo a ‘desossar’ esta receita. Ele há peitos de frango, ele há recheio, e ele há espargos. Que mais precisa de saber para elaborar uns bons rolos de peito de frango armados em sanduíche de um bom recheio de deliciosos espargos, bravos ou mansos que sejam? Atente apenas, mas sempre, num detalhe de primordial importância: a qualidade e frescura dos ingredientes. Que o sal seja flor, que o frango seja do … Ler mais

Sopa de Caril com Batata-Doce

Que ma-ra-vi-lha! Já viu disto em algum outro sítio? Se fosse Sopa de Batata-doce com Caril, ninguém parava dois segundos para ler o resto, uma vez que uma sopa de batata é o que mais há por aí – mesmo quando se dizem de outra coisa –, e caril usado como condimento também não é surpresa. Mas assim. Repetimos: Que maravilha! Isto, sim, é novo, isto, sim, é qualquer coisa nunca vista ou saboreada. O que tem a fazer, inicialmente, … Ler mais

Tarte de Creme de Baunilha e Vagens

O título quase, quase – mas mesmo quase – nos desmotivou ao ponto de não avançarmos para a confeção do prato. Já é complexo fazer uma tarte. De creme, é um inferno, devido às várias texturas e pontos de maturação e assim. A baunilha, caso não saibam, é apenas uma das especiarias aromatizantes mais caras do planeta. Sim, do planeta em que vivemos, a Terra, já agora. É extraída de uma delicada e rara orquídea originária do México e extraí-la … Ler mais

Sopa de Peixe e Agrião com Massa

Parece nojento. Estamos bem cientes disso. Sopa. Peixe. Agrião. Massa. Parecem peças desajustadas de um puzzle que não vai acontecer. Há demasiados encaixes sem par ou parceiro adequado à vista. Porém, é destes inesperados e esquizofrénicos casamentos que surgem maravilhas gustativas. Altere-se a ordem dos fatores e já tudo soa melhor. Senão, veja-se a magia a acontecer: Sopa com Massa, Peixe e Agrião. Até já sabe a qualquer coisa de comestível, certo? E se esquecermos de vez a sopa, afinal, … Ler mais

Brownie de Chocolate e Avelãs

Não sou suficientemente versada em culinária para saber quantos tipos de brownies existem, mas estou em crer, na minha santa ignorância – é verdade, a ignorância está santificada –, que falar de brownie de chocolate é uma desmesurada redundância. Um pleonasmo. É tautológico, é o que é. Para mim, um brownie, qualquer brownie, é de chocolate. Não é a este doce e antidepressivo condimento que deve a sua acolhedora cor, a qual deu origem ao nome da gulodice? … Ler mais

Tardes de Gilda

Muitas pessoas, nem imagina quantas, não compreendem esta receita. Simplesmente não conseguem. Há que ser entendido em subentendidos, ser ágil no português e ter alguma cultura cinematográfica. Caso contrário, uma simples e demasiado rápida leitura e já estão todos com a mão na massa, a avançar para uma tarte de gila. Não é disso que falamos. Do que tratamos, nesta não-receita, de divinais contornos, é de um épico do palato artístico, do número um dos tops de sensualidade gustativa. Para … Ler mais

« Older posts Newer posts »

© 2019 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑