Page 3 of 31

Coração Desmesurado

É curioso. Há notícias que não são apenas pedaços de informação. Há coisas que assinalam, no nosso percurso de vida, um antes e um depois, impondo que não consigamos ser, em absoluto, a mesma pessoa que éramos, ou entendíamos ser, antes da tomada de conhecimento deste ou daquele facto. Podemos fingir. Tentar enganarmo-nos, com diligências e artifícios mais ou menos eficazes. Ludibriar a memória, fazer de conta que é tudo um grande equívoco ou até um enorme disparate. Uma mentira. … Ler mais

Coisas de Reality Television

Ler mais

Folhados de Peixe Picante Picante

Só para experts e pessoas com boas luvas ou calosidades nas mãos, já que o peixe pica. Picam as escamas, picam as barbatanas, picam os dentes… Tudo pica neste peixe, pelo que o seu manuseamento tem de ser cauteloso. Caso o peixe não pique tanto assim, acrescentem-se bastantes malaguetas, das verdadeiramente assassinas, para que o peixe pique, já que tem de ser picante de uma ou de outra maneira. Preparado o peixe, tal como deve ser preparado, basta tratar da … Ler mais

A Menina dos Fósforos de Ouro e Aquela Beata dos Diabos

A noite prometia muito. Muito, em quantidade, e muito, em diversidade. Para já, prometia neve, uma vez que se faziam sentir temperaturas gélidas por aquelas paragens do norte do país. A tal ponto negativas que Laura já sentia as extremidades a congelarem. Mal sentia os dedos das mãos, não obstante as luvas de pelica, forradas com uma fina camada de pelo de carneiro, e pior estavam os pés e as pernas, há muito insensíveis, protegidos apenas com umas meias de … Ler mais

Coisas da Fixação

Ler mais

Tarte de Farelo Doce Que Fosse

Farelo doce é coisa que não existe, daí que esta receita esteja para a culinária como os unicórnios para os equinos e daí ainda ‘que fosse’ à laia de quimera. Uma miragem à qual apetece logo meter as mãos. Avancemos, portanto. A tarte está no papo, basta uma base clássica de tarte e já está. Controlado isto, resta a conceção do farelo. Quanto ao doce, já lá iremos. Antes de mais, não deixe que o farelo o atemorize. Farelo não … Ler mais

Não Estava Habituada a Ser Feliz

Não podia ser tudo verdade. Sabia que a felicidade não existe sozinha, em absoluto. Não é uma cor patenteada. Um objeto visível. Não é um facto. Não é palpável ao tato, nem descritível por palavras. Pertence àquela família disfuncional dos sentimentos. É volátil. Difícil de estabilizar. Difícil de identificar, até. Nem sempre se percebe o que é, como é, de onde vem, de que é feita. Menos ainda quanto tempo vai ficar. É instável e caprichosa. Cheia de amuos e … Ler mais

Coisas do Mundial

Ler mais

Bola de Cebola Caramelizada Com Queijo Azul-Cobalto

Receita simples e descomplicada para quem pouco tempo para despender na cozinha. Ora, a cebola já é uma bola, razão por que escolhemos este e não outro legume. Só facilidades. Retire as várias camadas interiores da cebola, deixando apenas as últimas duas camadas e meia. Tinha de dar algum trabalho, não é, caso contrário, não teria a menor graça. Na verdade, esta tarefa não o vai fazer rir. Pelo contrário, chorará quem nem Madalena arrependida, partindo do princípio de que … Ler mais

O Príncipe Com Orelhas de Burro ou a Vida de Um Cantautor Plagiador

Mais do que a música, o seu ego, bem como o seu bomber onde não faltavam endiabradas lantejoulas – muito skinny e todo ele taylor made e customizado, onde se podia ler ‘Hoje Há Bifanas’ escrito um tom fashion-néon – enchiam o palco de vibrações, as quais eram replicadas pelo seu soberbo corpo de bailado, duas garotas (não tinha caché para uma terceira) bueneníssimas, em trajes a roçar o obsceno, que se iam bamboleando ao ritmo do compasso de … Ler mais

« Older posts Newer posts »

© 2018 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑