Categoria: Risota de Gambas (Page 1 of 20)

O que é o ‘comer’? É um verbo, mas estas não são receitas para ‘chefs’ da gramática. São dicas hilárias para todos aqueles que não sabem o que é quinoa, desconhecem por completo as sementes de chia e nunca viram bagas de goji na vida. Já agora, não tente nada disto em casa, ou em qualquer outro lugar!

Strudel de Caracoletas e Gengibre… Hummm!

Não estava à espera, pois não? Nós também não. Mas como passar ao lado deste título sem nele nos retermos? Como conseguir não experimentar tal gourmelandia? Como não correr para a cozinha e pôr em prática tão macabro plano? Como não salivar de estupidificante expectativa quando nos deparamos, numa só frase e quase sem intervalos de permeio, com estas três iguarias? Em que lâmpada se escondeu o génio que deu à culinária a possibilidade de reunir a delicada e estaladiça … Ler mais

Arroz de Polvo Sacanita

Se é para ser malandrinho, que seja logo sacana, que as coisas pela metade ou agarradas a diminutivos são enervantes e não nos levam longe. Isto, claro, se o objetivo é ir mais longe. Pode preferir ficar por perto, ou ir longe, mas devagar. Cada cabeça é um mundo, mais ainda a de polvo.

O arroz sacana distingue-se dos restantes por ser mais difícil de lidar com ele. Requer água que baste para cozer e outra porção para nela ficar … Ler mais

Rissóis de Coisas Boas e Médio Boas

Ainda está por inventar um prato mais democrático do que o bom do rissol. De peixe, de camarão, de carne, de legumes, com coisas frescas, com sobras de ontem ou de amanhã, com ingredientes quase em fim de linha, mas que no meio do barulho da frigideira ainda apuram inesperados sabores, quaisquer rissóis se entregam de alma e coração, como nenhum outro prato, tanto a coisas muito boas, como a coisas menos boas… É o upcycling aplicado, e bem, à … Ler mais

Ameijoas à Bulhão no Prato

Bulhão, para quem não sabe, é um indivíduo que anda à bulha ou é propenso a tal sempre que se lhe apresenta a oportunidade, ou sempre que a procura. Bulhões são indivíduos temperamentais, com o dito pelo na venta, hoje, muito contemporaneamente, designados de bullies. Têm o seu quê de violentos e são meio disfuncionais, na medida em que não são dotados das devidas competências sociais, aquelas que nos permitem não matar pessoas numa frequência diária. Ora – e … Ler mais

Carne Vegan-friendly

Eleja um bom naco de carne vegan-friendly – aquele tipo de carne que jamais fez mal a um vegan, ou a quem quer que seja, pois que é do tipo bom, bom, amiga do vegan e do seu amigo e ainda é pacifista – e tempere. Alhos, louro, alecrim e azevinho, que o Natal não tarda está aí, cominhos, gengibre, caril, limão, pimentão doce que não esteja azedo, noz-moscada e até uma pitada de canela são possibilidades cumulativas, que tudo … Ler mais

Salmão Albino Com Beterraba e Sem Glúten

Demasiado visto, salmão cor de salmão é um pouco maçador e espectável. Já um bom salmão albino é um chuto no olho. Coisa para todos se questionarem sobre a delícia que se encontram a comer. É perca? É cherne? É bacalhau fresco? É Super-homem? É um novo episódio daquela série de cujo nome não me recordo, mas está mesmo debaixo da língua de alguém?

Deixe-os na dúvida até que mordam o anzol deste prato que ganhará a cor da beterraba, … Ler mais

Mexilhões de Cebolada com Pimentão e Coentros

Está tudo dito, não é? A isto se chama um bom título. Precisa de mexilhões, de os refogar numa cebolada onde acrescenta pimentão e coentros. É que está lá tudo. Nestes casos, quanto mais se mexe, pior fica. Só de já termos falado em não mexer demasiado e já estamos a interferir na receita, a qual deve, obviamente, ir sendo mexida, enquanto é confecionada. É como eu estava a dizer: o melhor é nada mis acrescentar, exceto sal, talvez, a … Ler mais

Quiche Mas Já Não Quero!

Quiche cozinhar, mas já não quero. Acontece-nos muitas vezes. Tantas e tantas vezes que já lhe perdemos a conta. Pensamos em cozinhar. Achamos que nos está a apetecer. Que temos uma ideia que pode resultar numa nova receita. Olhamos para ingredientes rocambolescos e dá-nos uma espécie de desejo de colocar em prática um inesperado casamento de sabores. Ouvimos alguém gabar-se de uma experiência culinária bem-sucedida e acreditamos que faremos o mesmo, mas ainda melhor. É tudo mentira. Uma grande (des)ilusão. … Ler mais

Favas Com Chouriço e José Cid

Não é o nosso prato favorito, mas não anda longe disso, o que até rima com chouriço. Todavia, não foi a poesia nem a métrica que aqui nos juntou hoje, em torno deste prato tradicional. Um daqueles que aquece a alma só de a ele nos referirmos. Convém que nos afastemos dos pressupostos da canção do Zé, muito datada e retrógrada, que coloca a mulher na cozinha e o homem na rua a trabalhar em coisas divertidas e que promovem … Ler mais

Camarões Fritos Com Cerveja Preta Com Álcool

Prepare os camarões, tirando-lhes a cabeça, ou, preferindo, descascando-lhes apenas o corpo previamente cozido ou nem por isso. Frite-os numa farta cama de azeite, piripiri e alhos, que é tudo o que um bom camarão necessita para se tornar num dos petiscos mais apetitosos do mundo, só ultrapassado pelo clássico tremoço. Pode, querendo, adicionar os omnipresentes coentros ou o muito mediterrânico manjericão. Retire da frigideira e reserve, mas reserve para si, não se engane no sujeito a quem deve fazer … Ler mais

« Older posts

© 2021 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑