As Lebres e as Rãs ou Como Arrasar um Bom Cliché em Três (F)Atos – (F)Ato Terceiro

(F)Ato III

Casaco de tweed

Estado – em segunda mão

Não sabia como, mas sabia naquilo que a sua existência se tinha transformado: num imenso chavão. Recordava o entusiasmo do auspicioso início de tudo, associado para sempre a um velho casaco de tweed comprado em segunda mão numa loja da baixa, de espírito vintage e cheiro a mofo, situada numa cave de paredes de pedra. Ainda mantinha o casaco, guardado algures entre milhares de outros de caxemira, alpaca, lãs por … Ler mais

Tortas de Azeitão Mesmo Tortas

Um dos paradoxos mais deliciosos da vida é o facto de as tortas serem direitas. Um feito que só assiste a quem tem verdadeira mão para a cozinha, já que, no nosso caso, elas saem sempre tortas. Ou porque a massa fica pouco cozida e se desenforma a seu bel-prazer, agarrando-se ao fundo do tabuleiro como se tendo gavinhas e disso dependesse toda a sua existência, ou porque ficou demasiado cozinha e se parte toda num desassossego do qual é … Ler mais

Deixar Passar o Momento – O Seu Primeiro Não-beijo

Eduardo de pé. À sua frente. Dizia-lhe coisas lindas. Coisas que nunca ninguém antes lhe tinha dito. Eduardo não perdia tempo com adjetivos de beleza, cores de olhos e tons de cabelo brilhante que mudava de cor conforme a luz o moldava, entre o louro esverdeado no verão e o caju avermelhado no outono, quase chocolate nos dias de chuva. Eduardo sabia mais do que cores e harmonia. Ele falava-lhe de coisas que nascem dentro de nós e que nem … Ler mais

Perdiz de Escabeche

O ideal, para este prato, é dar de caras, desde logo, com uma perdiz arruaceira, daquelas que não leva nem desaforos nem chumbo para casa, que tenha pelo na venta e faça frente ao desafio. Qualquer desafio. Uma perdiz demasiado afoita pode comprometer o sucesso da receita, pois pode não se convencer a entrar no forno ou na caçarola, nem lidar bem com os temperos, os legumes, em particular a cebola, a pimenta e o vinagre, sempre muito ácidos e … Ler mais

As Lebres e as Rãs ou Como Arrasar um Bom Cliché em Três (F)Atos – (F)Ato Segundo

(F)Ato II

Jardineiras

Tamanho – 7 Anos

Faces roborizadas de tanto rir, coração acelerado de tanto subir. Mente alerta, de tanto se inquietar. Augusta aumentava o esforço tentando ser ainda mais rápida. O pai não gostava que ela não estivesse em casa quando regressava do trabalho. Hoje, tinha brincado um pouco mais, até um pouco mais tarde. Culpa sua. Tinha sido irresponsável. Pensava na mãe. Tentaria os degraus dois a dois, mas não conseguia. Faltava-lhe força e energia. Faltava-lhe fôlego … Ler mais

Tarte de Requeijão Sem Lactose

Esta receita não é para principiantes nem raciocínios lógicos. Requeijão sem lactose implica criatividade, inventividade e uma pitada de loucura. Requeijão sem lactose é aventura desmedida, alquimia impossível, voo picado sobre o desconhecido, passo em falso na imprevisibilidade, puro golpe de fé. Ah, requeijão sem lactose é poesia!  Requeijão sem lactose é arte. Porque requeijão sem lactose não é requeijão. É um sucedâneo, um impostor, tal como o poeta, tal como o ator e o fingidor. Requeijão sem lactose é … Ler mais

Deixar Passar o Momento – Era Para dividir

Os tremores. A comichão. As dores. A brutal ansiedade. A avidez. O apelo do desespero. A disforia. Passou o pacote. Janeco aquecia já a colher. Dividiriam. A meias. Não havia tempo para mordomias, nem seringas, ao que parecia.

– Falta muito?

A voz sumida. Cavernosa. Não a reconhecia. Era Janeco quem falava ou tinha sido ele? De quem era aquela voz? A quem faltava o tempo? Quanto tempo é pouco tempo quando falta o tempo? Janeco sempre mais funcional, a … Ler mais

« Older posts

© 2022 Absinto Muito

Theme by Anders NorenTopo ↑